Professores e professoras da Escola Estadual Francisco Portugal fazem ato pelo não fechamento do turno noturno

Escrito por Caroline Santos Ligado .

Foto: SEDUC/SE

Os professores e professoras da Escola Estadual Francisco Portugal, localizada no conjunto Augusto Franco, realizam ato nesta terça, 15, a partir das 19h30 com o objetivo de sensibilizar a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura - SEDUC a não fechar o turno noturno do estabelecimento de ensino.

De acordo com o vice-presidente do SINTESE, Roberto Silva dos Santos que participou de uma plenária ontem (14) com os docentes, a informação repassada pela equipe diretiva da escola é de que o turno da noite na escola irá fechar.

De acordo com o site da SEDUC em 2018, foram realizadas 227 matrículas para as turmas de EJA – Ensino Fundamental e EJA Ensino Fundamental Serial na unidade de ensino.

Atualmente a escola é a única do bairro que oferece Educação para Jovens e Adultos do Ensino Fundamental (EJAEF). As demais escolas do bairro oferecem Ensino Médio em tempo parcial (Petrônio Portela) e Educação para Jovens e Adultos do Ensino Médio (Ofenísia Freire). E considerando que Sergipe tem, de acordo com o IBGE, cerca de 15% da sua população maior de 15 anos analfabeta, o fechamento dessas vagas causa preocupação.

Além das matrículas também preocupa o fechamento de postos de trabalho seja para os docentes, seja para os demais funcionários (merendeiras, executores de serviços básicos, oficiais administrativos).

A escola está localizada na Praça Major Edeltrudes Teles, próximo ao posto de saúde e ao final de linha do Conjunto Augusto Franco.