Mobilização do Francisco Portugal e 15 de Outubro faz SEDUC voltar atrás e garantir ano letivo de 2019

Escrito por Caroline Santos Ligado .

Uma das intervenções artísticas apresentadas na plenária da Escola Estadual 15 de Outubro mostram que a comunidade precisa ser ouvida

O turno noturno da Escola Estadual Professor Francisco Portugal e a Escola Estadual 15 de Outubro vão funcionar no ano letivo de 2019. Esse foi o resultado das plenárias realizadas na noite de ontem (24) e na manhã desta quinta (25). As plenárias foram fruto da mobilização do SINTESE e das comunidades escolares junto à Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura – SEDUC.

“Foi a intervenção do SINTESE juntos aos professores e estudantes que fez reverter a decisão da SEDUC de fechar o turno noturno do Portugal e a escola 15 de outubro. Hoje eu via as lágrimas no rosto de professores e alunos do 15 Outubro e falava para mim mesmo: Vale a pena lutar”, disse professor Roberto Silva dos Santos, vice-presidente do SINTESE.

Francisco Portugal

Na plenária, que teve a participação da Diretoria de Educação de Aracaju – DEA, Eliane Passos, a comunidade escolar reforçou a necessidade de manter o turno noturno na escola localizada no conjunto Augusto Franco.

15 de Outubro

Na escola localizada no bairro Getúlio Vargas, a plenária foi emocionante. Professores, professoras e alunos fizeram apresentações mostrando que a comunidade escolar deve ser ouvida antes que qualquer decisão seja tomada.

Pais, responsáveis, corpo docente e estudantes estão empenhados na campanha “O 15 + 2”, nela serão desenvolvidas várias ações com o objetivo de aumentar o número de matrículas na escola.

“Esperamos que a partir da resposta das comunidades escolares do 15 de Outubro e do Francisco Portugal, a SEDUC repense suas ações. O SINTESE reiteradamente tem colocado que é fundamental ouvir aqueles que estão nas unidades escolares antes que quaisquer decisões sejam tomadas, principalmente, se elas afetam as suas vidas”, aponta Leila Moraes, diretora do Departamento de Base Estadual.

Lourival Baptista

Após solicitação dos professores e professoras da Escola Estadual Lourival Baptista, localizada no conjunto Castelo Branco, o SINTESE está buscando uma reunião com a DEA para tratar da situação da escola na próxima semana.