Em menos de três meses escola municipal em Capela é alvo de segundo arrastão

Escrito por Caroline Santos Ligado . Publicado em Redes Municipais

Escola é alvo de segundo arrastão em menos de três meses

Comunidade escolar suspende aulas no turno noturno e só retornarão quando prefeitura tomar providências

Estudantes, professores e funcionários da Escola Municipal Antônio Ferreira de Carvalho, localizada no bairro Aeroporto no município de Capela vivenciaram momentos de horror na noite da última terça, 17. Quatro homens armados com revólver, facas e escopeta entraram na escola e promoveram um arrastão, levando celulares.

Além disso, agrediram uma funcionária (que está grávida), estudantes e dispararam tiros. Um deles atingindo um professor contratado. O docente que ministrava aulas na turma de Jovens e Adultos foi atendido em Propriá e já está em casa.

Descompromisso da gestão capelense

Em menos de três meses a unidade de ensino já é alvo da segunda invasão. Entra gestão e sai gestão e uma das mais constantes reivindicações da comunidade escolar é com relação a aumentar o muro da escola não é atendida. Ele é muito baixo e facilita o acesso ao estabelecimento que é também constantemente alvo de furtos.

 “As aulas foram suspensas durante todo o dia de hoje, em protesto contra a violência e solidariedade aos colegas professores e alunos do turno noturno. No turno noturno as aulas só voltarão quando o município fizer uma reforma para melhorar a segurança. Nós já reivindicamos a reforma a todos os prefeitos, mas nenhum nunca nos atendeu”, disse Jailson Correia, professor da escola e coordenador do SINTESE na subsede Vale do Cotinguiba.