Imprimir

Audiência no MPE tratará da suspensão da regência de classe para quem se afasta para estudo

Escrito por Caroline Santos Ligado . Publicado em Rede Estadual


Na próxima segunda, dia 11, a partir das 10h no 1º andar da sede do Ministério Público Estadual acontecerá audiência pública para tratar do não pagamento da regência de classe aos integrantes do magistério da rede estadual que se afastam para aperfeiçoamento/aprimoramento da qualificação profissional (mestrado, doutorado).

A audiência é um dos desdobramentos do inquérito civil aberto pelo Ministério Publico após várias denúncias do não pagamento da gratificação aos professores e professoras que estão afastados para mestrado ou doutorado. O Plano de Carreira do Magistério garante que o educador ou educadora não perde na sua remuneração caso se afaste para cursos de aprimoramento e qualificação profissional.

Par ao sindicato, a interrupção do pagamento da regência de classe para aqueles que se afastam para mestrado ou doutorado é um desestímulo a qualificação profissional, principalmente em um cenário em que o magistério estadual amarga quatro anos sem reajuste do piso na carreira.

“Com a atual remuneração já está difícil sobreviver, imagina ficar sem esses 40%. Por isso alertamos que é importante a participação de todos e todas que, atualmente, se enquadrem nesta situação e também aqueles que pretendem requerer afastamento”, afirma Leila Moraes, diretora do Departamento de Base Estadual do SINTESE.