Siri na Lata: Eu quero é botar o meu bloco na rua!

Escrito por CUT-SE Ligado . Publicado em Brasil

Tradição do carnaval sergipano, o Bloco  Siri na Lata, puxado pela Central Única dos Trabalhadores de Sergipe,  inaugura a sua quarta edição, na próxima sexta-feira, dia 12 de fevereiro, com a saída marcada ás 8 horas da manhã, na Praça Fausto Cardoso, no centro da nossa capital.

Com irreverência , o Bloco Siri na Lata percorrerá as ruas do centro de  Aracaju,  com muito frevo, faixas de protesto, e  um novo elemento: uma carroça de burro, exemplificando o que é o transporte público em Aracaju.

Para o Professor Dudu, presidente da CUT-SE, o Bloco Siri na Lata representa um momento de mostrar, de forma humorada, os principais temas que afligem a classe trabalhadora em Sergipe.

Entre os assuntos que serão destacados no Bloco Siri na Lata esse ano,  estão:  luta pela redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas e pelo direito de greve, protesto contra o aumento da passagem, abertura do comércio aos domingos e feriados e a implantação da Fundações Públicas de Direito Privado e o  repúdio contra a decisão judicial que mantém Flavio Conceição como conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe.

“O Bloco Siri na Lata vem mostrar que o sindicalismo sergipano tem várias facetas para mostrar a sua indignação. No carnaval usamos a irreverência, o humor . Superamos a idéia de um sindicalismo embrutecido, para dialogar  com o conjunto da sociedade aracajuana. Aproveitamos o ensejo e também nos divertimos muito, ao som das velhas marchinhas de carnaval” diz Professor Dudu.