A militância dos professores através do sindicato  dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe, agora será eternizada através do filme “Abraço”. No inicio desta semana, o elenco se reuniu na sede do SINTESE para receber os textos da produção cinematográfica. O filme terá a direção Deivisson Fiúza e a preparação do elenco, será feira por Jorge Lins.

Segundo Fiúza, o filme é baseado em fatos reais e conta a história de três professoras que precisam enfrentar tripla jornada, como dona de casa, professora e militante sindical. “O plano de fundo, será uma mobilização que aconteceu em 2008 na frente do Tribunal de Justiça de Sergipe, onde professores se uniram em protesto, para que não tivessem direitos trabalhistas retirados. Esta é apenas uma situação que utilizaremos para mostrar a realidade diária, dos milhares de educadores sindicalizados, que militam por uma educação de melhor qualidade”, pontuou.

De acordo com Fiúza, as gravações devem começar no dia 8 de janeiro e seguem até o dia 17 de fevereiro de 2018. O lançamento está previsto para o segundo semestre do próximo ano. “A produção vai ser lançada pelo SINTESE, mas a distribuição para cinemas do Brasil ainda está sendo discutida”, informou.

Flávio Bauraqui – ator