Carmópolis: primeiro dia de paralisação começou com ato na porta da prefeitura

224

Professoras e professores de Carmópolis estão fazendo, hoje (11) e amanhã (12), dois de paralisação pela falta de compromisso com a educação por parte da prefeita Esmeralda Cruz.

O primeiro dia de paralisação começou com um ato na porta da sede da prefeitura e, em seguida, professoras e professores saíram em caminhada pelo centro comercial da cidade para conversar com a população sobre a motivação da paralisação.

Além da defasagem salarial de 2022, a prefeitura não vem cumprindo a legislação e agora professores e professoras não receberam o salário do mês de março dentro do mês. O salário foi pago, ontem, 10 de abril. Aliado a isso, está o estado precário das escolas, do transporte escolar, da alimentação escolar, entre outros pontos que atingem professores e estudantes.

Em assembleia geral local, professores decidiram que, se até o final de abril não forem pagos o salário de abril e o terço ferial – que deveria ter sido pago em janeiro -, a categoria fará nova paralisação a partir de 2 de maio.

Amanhã, 12 de abril, segundo dia de paralisação, haverá ato no Povoado Aguada.

Participe! SINTESE. Somos muitas. Somos muitos. Somos fortes.