Dia de luta: Professoras e professores aposentados fazem ato em frente ao TJ para cobrar devolução do confisco de 14%

557

Durante 26 meses o Governo Belivaldo Chagas confiscou 14% dos valores das aposentadorias dos servidores aposentados de Sergipe. A luta do SINTESE agora é para que seja devolvido tudo que foi tirado de forma indevida das professoras e professores aposentados. Por isso, aposentadas e aposentados do magistério público sergipano farão ato, em frente ao Tribunal de Justiça (TJ), em Aracaju, na segunda-feira, dia 10, às 8h, para cobrar celeridade no processo que exige a devolução do confisco de 14%.

De abril de 2020 a junho de 2022, o Governo Belivaldo Chagas, em mais uma ação cruel contra servidoras e servidores aposentados do estado, confiscou 14% de suas aposentadorias. Para professoras e professores aposentados este confisco significava mensamente a perda de 600 a 800 reais.

O reflexo dessa maldade de Belivaldo gerou depressão, falta de medicamentos, dívidas com bancos e dificuldades financeiras de todas as ordens para professoras e professores aposentados.

Embora toda adversidade e tristeza que permeou o período, professoras e professores aposentados continuaram de cabeça erguida, continuaram na luta e denunciaram, através de atos; panfletos; campanhas midiáticas, nos quatro cantos do estado de Sergipe, o confisco imoral de 14% de suas aposentadorias, feito por Belivaldo Chagas.

E o fruto dessa luta foi o fim do confisco dos 14% em junho deste ano. Para o presidente do SINTESE professor Roberto Silva, a batalha travada pelas professoras aposentadas é mais uma prova de que a luta faz a lei.

“A luta do SINTESE contra o confisco de 14% dos salários dos aposentados foi o exemplo de como a luta faz a lei. Quando muitos não acreditavam mais no fim dos confiscos, as aposentadas sintesianas ficaram firmes na luta, nas ruas e a vitória chegou. Agora vamos para mais uma batalha: pela devolução dos valores imoralmente tomados das professoras aposentadas pelo Governo Belivaldo Chagas. As aposentadas vão mais uma vez com força, com garra, buscar mais essa vitória. Mostrar mais uma vez que a luta faz a lei”, acredita o presidente do SINTESE.

A diretora do departamento de aposentada, professora Maria Luci, convoca as professoras e professores aposentados de Sergipe a mais uma vez ocupar às ruas e participar do ato na próxima segunda-feira.

“A nossa luta continua no campo judiciário, mas também nas ruas. Não vamos deixar de ocupar às ruas, de dialogar com população, de mostrar tudo o que sofremos durante esses 2 anos e 2 meses. Por isso, convoco professoras e professores aposentados a ocuparem a parça Fausto Cardoso, em frente ao Tribunal de Justiça, na próxima segunda, dia 10. Vamos exigir que o que foi tomado de nós por Belivaldo seja devolvido e que a justiça possa, de forma célere, fazer justiça. Estamos prontas para luta”, afirma.