Ensino fundamental: ato cobra manutenção das turmas pelo Governo do Estado

256

Na próxima quinta, dia 18 de janeiro, às 08 horas, em frente à Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seduc), acontece um ato público pela manutenção do ensino fundamental na rede estadual como uma forma de garantir o acesso à educação. O fechamento das séries iniciais, 1º ao 5º anos, tem sido uma prática constante de governos estaduais que vem prejudicando os estudantes sergipanos.

O SINTESE avalia esta prática como afronta e desrespeito à Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), que nos incisos II e VI do Artigo 10°, define que o ensino fundamental é de responsabilidade compartilhada dos dois entes federados, devendo-se observar os recursos financeiros de cada ente.

Mesmo o governador Fábio Mitidieri tendo dito, em audiência com SINTESE, que estava revendo essa política, a Seduc continua com a política de negação do acesso à educação aos estudantes, fechando as turmas do ensino fundamental de várias escolas da rede estadual.

“Esse processo é tão grave que o STF [Supremo Tribunal Federal] anulou uma decisão do Tribunal de Justiça do Mato Grosso, que transferia aos municípios daquele Estado a responsabilidade integral dos anos iniciais do ensino fundamental”, comentou.

“Por isso, conclamamos todos e todas que defendem uma educação pública, gratuita e de qualidade que participe deste ato em defesa da manutenção da responsabilidade do ensino fundamental entre município e Estado”, disse Roberto.

O ato vai acontecer no dia 18 de janeiro, às 8h, na porta da Seduc, que fica na rua Gutemberg Chagas, 169, bairro Grageru, próximo ao Terminal DIA, em Aracaju.