SINTESE novamente cobra melhorias no atendimento do IPESaúde sem onerar servidores

255

Mais uma vez, dirigentes do SINTESE estiveram na sede do IPESaúde, reunidos em audiência com o presidente do Instituto, Cláudio Mitidieri Simões, para exigir melhorias nos serviços prestados. A audiência aconteceu nesta terça-feira, dia 16

Na ocasião a presidência do IPESaúde apresentou estudos realizados neste início de gestão, que trazem uma série de dados, que apontam o atual cenário do Instituto de Saúde.

O presidente do SINTESE, professor Roberto Silva, solicitou que os dados coletados fossem repassados ao SINTESE para que a direção do Sindicato possa fazer uma análise mais profunda e debater cada um dos pontos que o estudo feito traz. O intuito é que na próxima reunião entre SINTESE e presidência do IPESaúde, que em breve será agendada, seja dada a continuidade ao debate sobre a melhoria do serviço.

Além disso, o professor Roberto Silva novamente reafirmou a necessidade da redução do tempo de espera para consultas, exames e cirurgias por parte dos usuários do IPESaúde.

Para o presidente do SINTESE, o Governo do Estado precisa fazer sua parte e fazer um esforço para que haja melhorias dos serviços. “É urgente a necessidade de ampliação dos serviços, conforme apontado em documento que entregamos ao presidente do IPESaúde, em nossa primeira audiência com ele, no mês de abril. Precisamos avançar nessa questão do serviço prestado”, enfatiza.

O professor Roberto Silva fez questão de mais uma vez defender que os usuários do IPESaúde precisam ter o serviço assegurado em plenitude. “O IPESaúde é um plano solidário, é um patrimônio do servidor público do estado de Sergipe e que deve ser cuidado como tal. Para isso, precisa continuar pensando em mecanismos que aumentem a cobertura, que cuidem do bem-estar e da saúde dos servidores públicos e de suas famílias, sem onerar ainda mais esse servidor, que segue sofrendo com um cenário salarial precário”, expõe o presidente do SINTESE