Pacote do Governo e a nuvem de fumaça sobre os reais problemas do magistério

306

Preocupante essa matéria sobre o pacote preparado para a MANCHETE cortinadefumaçaeducação estadual, que traz uma avaliação que tem como alvo apenas o professor desconsiderando todo o contexto do processo ensino aprendizagem, um pacote espelhado em experiências a exemplo do aplicado no município cearense de Sobral, pensando a educação sob o viés gerencialista neoliberal.

E o pior visa criminalizar a atuação do sindicato na defesa da categoria, além de procurar atingir a atuação de uma deputada como Ana Lúcia que tem uma história de luta pela classe trabalhadora, que dialoga com os mais diversos sindicatos na defesa de suas categorias.

Essa é uma demonstração clara de fragilizar a luta dos professores frente a uma política de desvalorização e de retirada de direitos que vem sendo empreendida pelo governo de Sergipe. É a tentativa de marginalização da categoria pelo secretário Jorge Carvalho para encobrir os diversos problemas enfrentados na educação de Sergipe como violência na escola, péssima estrutura das escolas estaduais, falta de alimentação escolar e negação do piso a todos na carreira.

Enfim, essa iniciativa visa maquiar os reais problemas e jogar a sociedade contra a categoria. O Secretário cria assim uma nuvem de fumaça criminalizando professores e professoras, nos acusando de não querermos ser avaliados.

 

cortina de fumaca 1