Fruto da luta: professores e professoras de Poço Verde aprovam proposta para atualização do piso salarial

261

 

Por Luana Capistrano

Após luta e negociação, finalmente professores e professoras de Poço Verde conseguiram uma proposta, por parte da administração municipal, para a atualização do piso salarial de 2022. A categoria aprovou a proposta em assembleia ocorrida na segunda-feira, dia 11.

A proposta apresentada pelo prefeito, Iggor Oliveira, consiste em assegurar, neste primeiro momento, o percentual de 15,24% para professores e professoras, em todos os níveis, e continuar as negociações junto ao SINTESE para consolidação do percentual total do piso, ainda no ano de 2022

Para o ano de 2022 o percentual de atualização do piso salarial para professores e professoras é de 33,24%.

É importante destacar que o piso salarial do magistério é assegurado a professores e professoras da rede pública de todo o Brasil desde 2008, pela Lei 11.738. A Lei é taxativa ao dizer que o piso deve ser atualizado anualmente, sempre em janeiro. A atualização deve ser feita de forma automática e assegurando os direitos da carreira, cumprindo decisões do STF e STJ.

A proposta apresentada pela prefeitura de Poço Verde é fruto da luta de professores e professoras, como fez questão de destacar o diretor do SINTESE, professor Benizário Júnior.

“A gestão municipal estava resistente em negociar o pagamento da atualização do piso, mas a partir da pressão e da luta feita por professores e professoras de Poço Verde conseguimos chegar a uma proposta que garante o pagamento da atualização do piso, sem perda de direitos. Seguiremos ainda com o processo de negociação, ao decorrer de 2022, para que seja garantida a totalidade do percentual da atualização. O importante é que o gestor municipal cumpra com sua palavra e cumpra com o que determina a Lei: atualização do piso, na carreira, sem retirada de direitos”, afirma o dirigente do SINTESE.