Professores e professoras de Pirambu participam de assembleia na luta pela recomposição de seus direitos

273

Dirigentes do SINTESE e comissão local de negociação participaram nesta quinta-feira, 17 de audiência com representante da Secretaria Municipal da Educação de Pirambu. Na pauta: registro das aulas dos anos letivos de 2020/2021; calendário escolar de 2020/2021 e atualização do piso salarial dos anos de 2020 e 2022.

Para tratar sobre o ocorrido na audiência, professores e professoras farão no final da tarde desta quinta-feira, às 17h, assembleia de forma on-line pelo aplicativo Meet.

Na assembleia, além dos informes da audiência com a gestão municipal, serão também debatidos e traçados encaminhamentos de luta sobre o pagamento do 1/6 ferial de 2020; pagamento de 1/3 ferial de 2021 e informes sobre a situação do processo judicial relativo ao pagamento da Regência de Classe de maio de 2020 a fevereiro de 2021.

Para participara da assembleia basta acessar o link: https://meet.google.co/tfj-xevc-tij

Professores e professoras esperam que as demandas do magistério sejam atendidas e que a prefeitura de Pirambu abra o quanto antes canal de diálogo e negociação para o pagamento dos passivos trabalhista e para o pagamento da revisão do piso salarial de 2020 e 2022.

É sempre importante lembrar que a revisão do piso salarial é garantida a professores e professoras da rede pública de todo o Brasil desde 2008, pela Lei Nacional 11.738, que é taxativa ao afirmar que a revisão do piso deve ser garantida aos professores e professoras anualmente, sempre em janeiro.

O SINTESE luta para que a Lei seja cumprida por prefeitos e prefeitas respeitando a carreira do magistério e sem qualquer ataque aos demais direitos de professores e professoras.