Credenciamento para a XIII Conferência tem início

430
xiii credenciamento

Começou hoje o credenciamento para os participantes da XIII Conferência Estadual de Educação. O evento acontece de 16 a 18 de novembro no Iate Clube de Aracaju, com o tema “Profissão Professor/a: Desafios enfretados pelo Magistério Público em um Estado de Exceção”.

Para se credenciar, os participantes poderão comparecer nos xiii credenciamentodias 10, 11, 12(até as 12h), e 14/11 na Sede Central do SINTESE das 08h às 18h. No dia 16/11 o credenciamento acontece no Iate Clube até as 18h. Estudantes de Licenciatura que ainda não confirmaram o pagamento da taxa devem comparcer munidos do comprovante de pagamento e um comprovante de matrícula.

Quem pode participar da conferência?

Professores/as filiados/as ao SINTESE da rede estadual e das 74 redes municipais e estudantes de licenciatura. Para os filiados a inscrição é gratuita. Estudantes pagam taxa de R$35.

As inscrições podem ser feitas a partir do site no SINTESE (http://www.sintese.org.br/), na sede central do sindicato (rua Campos, 107) e também nas subsedes regionais nos municípios de Propriá, Itabaiana, Nossa Senhora da Glória, Estância, Neópolis e Lagarto.

Programação

A abertura do evento está marcada para às 19h do dia 16 com a conferência “A realidade brasileira e educacional em tempos de exceção e suas consequências para a atual e futuras gerações.” Para encaminhar o debate a participação os professores doutores Wanderley, Unicamp e Valter Pomar da Universidade Federal do ABC.

No início do segundo dia de debates acontece a mesa “Balanço dos retrocessos na educação brasileira em tempos da lei da mordaça; da Medida Provisória que impõe a reforma do ensino médio; da PEC 241(55); e da gestão empresarial do ensino público.”, com a Profa. Dra. Alexandrina Luz Conceição UFS e o Prof. Dr. André da Silva Marins, Universidade Federal de Juiz de Fora.

O debate sobre a previdência pública será feitos a partir das falas da Profa. Dra. Mirelli Malaguti Ferrari, Universidade Federal do Rio de Janeiro e pelo advogado Franklin Magalhães Ribeiro, assessor jurídico do SINTESE na conferência “Os falsos mitos do déficit da previdência pública; os interesses políticos e econômicos dos defensores da reforma e as consequências diretas para os profissionais da educação”.

A saúde do trabalhador(a) do magistério será debatida pela Dra. Victória Ayelín Gómez do Laboratório de Psicodinâmica do Trabalhado da Universidade de Brasília em “O assédio moral e as condições precárias de trabalho como responsáveis pelo crescimento das doenças neurológicas e outras dos profissionais do magistério.”