SINTESE se solidariza com professor Everton ameaçado por Guarda Municipal em Santo Amaro das Brotas

162

O SINTESE se solidariza com o professor Everton de Vasconcelos Alves que, junto a sua família, foram alvos de ameaças por parte de um integrante da Guarda Municipal de Santo Amaro das Brotas.

A ameaça ocorreu após o professor ter defendido um estudante que foi xingado pelo guarda dentro do Colégio Estadual Professor Rogaciano Magno Leão Brasil.

O professor buscou resolver a situação, a agressão do guarda que estava fardado a um estudante da melhor forma possível, dialogando que a postura dele foi inadequada e que a escola não é espaço de opressões e agressão física e moral.

O mais curioso é que o guarda, é estudante do curso de Ciências da Religião da UFS, e estava na unidade de ensino para organizar o horário do estágio obrigatório.

Além disso, já correm informações na cidade de que o guarda está construindo uma narrativa em grupos de whatsapp de que foi desrespeitado. Criando uma situação ainda mais perigosa para o professor e sua família.

Para o sindicato a postura do guarda é totalmente contraproducente ao papel de um futuro professor em quaisquer situações nas unidades de ensino e no trato com os estudantes.

Indo além desta nota, a Comunidade Escolar realizá na próxima terça, dia 07, às 7h no Colégio Estadual Rogaciano Magno Leão Brasil um ato em solidariedade ao professor Everton e o sindicato está disponibilizando todo o auxílio possível.