Vitória da luta: professoras e professores aposentados de Ilha das Flores conquistam atualização do piso

180

Só há conquista com luta, depois de vários anos as professoras e professoras aposentados de Ilha das Flores reconquistaram a integralidade e paridade dos seus proventos, ou seja, terão seus rendimentos igualados aos da ativa.

O SINTESE obteve vitória em ação movida, em 2019, contra o Instituto de Previdência Municipal de Ilha das Flores – IPREV para que os direitos adquiridos das educadoras e educadores fossem mantidos na aposentadoria. Com isso, as aposentadas e aposentados vão receber os quinquênios, o terço e a paridade com relação aos da ativa, ou seja, quando houver atualização do piso para quem está em atividade, as aposentadas e aposentados também vão receber.

O Instituto de Previdência Municipal de Ilha das Flores cortava o quinquênio e o terço aos 25 anos, práticas essas que vão em desacordo aos requisitos estabelecidos nas Emendas Constitucionais nº 41/2003 e nº 47/2005. Com isso, assim que se aposentavam as professoras e professoras perdiam boa parte das suas remunerações.

“Essa é uma vitória da luta e da resistência das professoras e professores aposentados de Ilha das Flores nas diversas frentes de luta. Só há vitória com luta, nada vem de ‘mão beijada’”, disse a professora Maria Luci, diretora do Departamento de Aposentadas e Aposentados do SINTESE.

Encontro

Todo o histórico da ação judicial e da luta das professoras e professores de Ilha das Flores, da ativa e aposentados, foram tratados em encontro realizado em Neópolis.

“É importante sabermos como chegamos aonde chegamos, tudo isso foi fruto da luta e relembrar esses momentos é fundamental para que estejamos atentos e fortes”, explica a vice-presidenta do SINTESE, Ivônia Ferreira.