Amanhã, dia 04, professoras aposentadas fazem ato em Aracaju

231

Amanhã, 04, a partir das 8h no Calçadão da João Pessoa, em frente à Caixa Econômica, professoras aposentadas da rede estadual fazem mais um ato de repúdio ao governo Belivaldo Chagas pelo confisco de 14% das aposentadorias.

As aposentadas denunciam que essa política de confisco que ocorre desde 2020 tem desestruturado a vida de milhares de famílias.

“Não tivemos o reajuste de acordo com a lei, nossas aposentadorias estão defasadas e com esse desconto que chega a quase R$800 por mês, nós e também nossas famílias sofrem”, afirma Maria Luci Lima Santos, professora aposentada e dirigente do SINTESE.

A desculpa do governo do Estado para confiscar os recursos dos professores foi que a previdência estadual tinha um déficit e por isso, a partir da reforma previdência estadual que foi pior que a do INSS, o governo passou a cobrar dos aposentados e aposentadas.

Mas esse déficit não existe mais, ainda em agosto do ano passado o SINTESE enviou aos deputados estaduais, análises feitas pelo DIEESE mostram que não há mais déficit no fundo previdenciário estadual e, com isso, não há mais necessidade dos aposentados e aposentadas que recebem abaixo do teto do INSS terem 14% das suas aposentadorias confiscadas.