SINTESE relança Revista Paulo Freire durante o XV Congresso

367
Revista Paulo Freire 39

Renovar para ampliar. É com esse sentimento que esta edição marca Revista Paulo Freire 39o relançamento da Revista Paulo Freire, instrumento de formação política e de sensibilização e conscientização da sociedade para um projeto libertador e transformador de educação. A partir desta edição, que tem no XV Congresso Estadual dos Trabalhadores da Educação o seu marco de lançamento, a Revista Paulo Freire trará algumas novidades, tanto que no que diz respeito ao seu formato quanto ao seu conteúdo: todas as páginas agora serão coloridas, a íntegra do seu conteúdo será disponibilizado na internet e haverá mais questões relacionadas a práticas e projetos pedagógicos que anunciam a escola democrática e popular.

 

Com isso, a Revista Paulo Freire pretende ser mais que um meio de comunicação e formação política. Será também um instrumento acessível a professores e professoras que desejem tomar conhecimento sobre iniciativas transformadoras, servindo, assim, como inspiração para atividades em sala de aula e para a elaboração de projetos semelhantes.

 

E para celebrar este relançamento nada melhor que tratar de um tema que tem despertado a atenção de educadores e educadoras, entidades representativas da sociedade, gestores públicos e pesquisadores: a violência nas escolas, assunto que tem ocupado, cada vez mais, espaço nos meios de comunicação, porém com abordagens que, em geral, vão no sentido de apenas apontar culpados, servindo de apoio para a desresponsabilização sobre uma temática complexa e que envolve uma série de variáveis e motivações.

 

Por isso, esta edição da Revista Paulo Freire é um ato de fuga do lugar-comum quando o assunto é violência nas escolas. Aqui, abrimos espaço para que especialistas opinem sobre o assunto, para que propostas de prevenção e superação da violência sejam discutidas e para que projetos exitosos sejam apresentados.

Nas próximas páginas, o leitor encontrará uma entrevista com Andrea Depieri, professora do Departamento de Direito da UFS. Por ser uma entrevista longa e sobre um tema que certamente permanecerá na ordem do dia, decidimos por dividir a entrevista em duas partes. Nesta edição, está a primeira metade. A segunda parte da conversa com Andrea Depieri será publicada na próxima edição.

 

Também nesta edição publicamos um artigo do professor Ricardo Cappi, Doutor em Criminologia pela Universidade de Louvain (Bélgica) e uma matéria-guia com propostas para que toda a comunidade escolar atue na prevenção e combate à violência no âmbito escolar.

 

Publicamos aqui também uma matéria sobre o projeto “Formiguinhas”, desenvolvido em Itabaiana, que por meio de metodologias participativas tem conseguido reduzir os índices de violência escolar naquele município.

 

Por fim, esta edição traz uma matéria sobre os desafios da “Pátria Educadora”, a partir de depoimentos de representantes de entidades e especialistas em educação.

Boa leitura!

 

Promoção NAS ASSINATURAS

Os interessados em receber a revista em casa, todos os meses, podem fazer a assinatura anual, com os seguintes preços:

ASSINATURA SOCIAL – R$ 150 (12 exemplares)
ASSINATURA ANUAL NÃO FILIADOS – R$ 100 (12 exemplares)
ASSINATURA ANUAL NOVOS-FILIADOS – R$ 60 (12 exemplares)
ASSINATURA ANUAL FILIADOS – R$ 60 (12 exemplares)

A assinatura é a forma mais segura e solidária para ter acesso à revista. Para mais informações, acesso, assinatura, anúncios, envio de críticas, sugestões e textos entrar em contato com (79) 2104-9800 (Bárbara) e/ou [email protected] –[email protected]