Músico sergipano é primeiro lugar em festival catarinense

572

O cantor e compositor Luiz Fonteneli levou o primeiro lugar na categoria Composição do 48º Festival Lourenciano de Interpretação da Canção realizado em São Lourenço, Santa Catarina. A canção vencedora se chama Vidas Secas e a letra também conta com um poema de Alê Santos.

Ainda no mês de dezembro o cantor veio ao SINTESE para agradecer a contribuição na conquista.  Isso porque o sindicato foi um dos que contribuíram para que Luiz pudesse custear as despesas de transporte e alimentação.

“Os sindicatos fazem hoje o que muita secretaria de Cultura e Fundações não se dignam a fazer no que diz respeito a um verdadeiro apoio aos artistas”, afirmou Luiz.

O cantor foi recebido pelos dirigentes Arlete Silva e Francisco José que ficaram contentes com a premiação. “Buscamos apoiar artistas, dentro das nossas possibilidades, pois sabemos o quão é importante fomentar a cultura em nosso Estado”, afirmou Arlete.

A PELEJA

Alê Santos

A peleja do homem…

Penúria do solo seco rachando.

Triste fim dos “paletós” que a essa fração vem massacrando.

Em terra onde se planta coragem a lágrima não faz fértil o chão.

Nordestino, ser de resistência. Ai do teu fim, homem sem coração…

VIDAS SECAS

Luiz Fontineli

Já passou julho, agosto e setembro e nem um pingo de chuva no chão.

Ser nordestino é enfrentar a sorte, choveu no norte e no nordeste não.

Chora homem, mulher e menino, guerra da cerca não acabou não.

Senhor da seca prometeu de tudo, somando os lucros, igual traição.

Chora o rio seco, chora o coração,

Já não tem mais jeito os fragmentos desse meu sertão.

Chora o rio seco, chora o coração,

Sem um pingo d’àgua não vai lavar essa devassidão.

Será que chove até o final o dia? Eu vi manchetes na televisão!

Diz que é progresso o que se mostra aqui, vixe meu Deus, quanta

alienação!

Ser nordestino é enfrentar de tudo a sede, a fome e a corrupção.

Se cai a chuva, aqui se dá de tudo, somando os lucros, vai só pra ladrão.